Arquivo da categoria: ALIMENTAÇÃO

Desintoxição alimentar pós época festiva

Pois é, agora que a época de festas acabou, os doces já saíram do frigorífico, o dia mais pequeno do ano já lá vai e caminhamos a passos largos para o verão (ou, pelo menos, eu gosto de pensar assim), está na altura de limpar o nosso organismo de tudo aquilo (quilos, volume, inchaço…) que ganhamos nestas últimas semanas.

Para quem não gosta de fazer dieta a sério – e, a fazer, recomendo sempre que seja seguida por um especialista – há uma maneira fácil e deliciosa de cuidar da nossa alimentação e eliminar alguns dos excessos destes últimos dias: sumos.

Há alguns frutos e vegetais que fazem maravilhas pelo nosso corpo.

Banana, coco e espinafres: são grandes fontes de potássio, que ajuda a libertar o sódio acumulado nas células e daí a sensação de inchaço e retenção de líquidos (se for para usar em sumos, talvez a banana e o coco sejam mais saborosos que os espinafres, que recomendo usarem mais na sopa).

Mirtilo vermelho: um dos melhores diuréticos naturais. Como pode ser um pouco amargo, pode-se juntar uma colherzinha de mel ao sumo.

Ananás: é um anti-inflamatório natural (e esta, hein?) e ajuda a libertar os líquidos retidos (principalmente quando ingerimos mais quantidade de sal do que o habitual).

Pepino: tal como o ananás, tem propriedades anti-inflamatórias e previne a retenção de líquidos.

Kiwi: ajuda a libertar as toxinas dos intestinos.

Citrinos (laranja, limão, lima): ajudam a desintoxicar o fígado e transformam toxinas em material digestivo.

Cerejas: ricas em vitaminas, ajudam à digestão e reduzem a sensação de inchaço, também libertando o corpo de toxinas.

fresh-fruit-juice-600x375

Para ajudar à eficácia destes sumos, ajuda sempre beber mais água do que o habitual pois, além de dar sensação de saciedade, ajuda a eliminar as toxinas no organismo mais facilmente e comer pouco sal, de forma a evitar a retenção de líquidos.

Bom ano!

Anúncios

Comer… tinta?

Eu sei que estes dias a última coisa de que queremos ouvir falar é de doces (quer dizer…) mas tenho de partilhar a minha mais recente descoberta alimentar. Através de um presente de Natal, descobri a meia-dúzia®, uma marca (mais ou menos) recente que privilegia a matéria-prima e ingredientes portugueses para a criação de produtos diversificados.

As embalagens são inspiradas em bisnagas de tinta, no entanto, esta opção não é meramente estética. Segundo a marca, desta forma os produtos não são tão expostos ao ar pois a abertura é reduzida e a fruta não oxida, mantendo as cores e sabores originais.

Entre os produtos há à escolha compotas, licores e chás, em embalagens individuais ou em packs lindos e cheios de cor.

Meia-Duzia-Pack

O meu sabor preferido para já é morango e framboesa com baunilha mas mal posso esperar para provar os restantes.

meiaduzia7

Todos os produtos, para consulta, aqui.

Beauty Tip – O que comer para ter um cabelo saudável

Ter um cabelo maravilhoso não é só para as estrelas de cinema. Se é verdade que há elementos genéticos, também está provado que, tal como no resto do nosso corpo, a saúde do cabelo também se mede pelo que se come. Uma dieta equilibrada e rica em alguns nutrientes pode fazer a diferença no aspeto do cabelo, tornando-o cada vez mais forte e prevenindo a queda de cabelo. Esses nutrientes essenciais são:

Proteína: o cabelo é feito de proteínas, sendo a principal a queratina, logo uma alimentação rica em proteínas é essencial.

Alimentos recomendados: carne (de todos os tipos, mas para ser mais saudável recomenda-se as carnes magras como frango ou peru), peixe, laticínios e ovos.

Ferro: os níveis baixos de ferro são um dos principais fatores para a queda de cabelo, interferindo nos ciclos de crescimento de cabelo.

Alimentos recomendados: carnes e peixe e alguns vegetais como lentilhas, espinafres e brócolos.

Omega 3: o omega 3 fornece os óleos e gorduras essenciais, que asseguram a hidratação do cabelo e couro cabeludo.

Alimentos recomendados: peixes gordos como o salmão, a truta e sardinhas, abacate, abóbora e nozes.

Vitamina C: a Vitamina C facilita a absorção de ferro, pelo que deve acompanhar os alimentos ricos em ferro, e ajuda à produção de colagénio, que fortalece o folículo capilar.

Alimentos recomendados: brócolos, mirtilhos, goiaba, kiwi, laranja, papaia, morangos e batata doce.

Vitamina A: a vitamina A é essencial para o funcionamento de todas as células do corpo. No cabelo, ajudam a produzir a gordura que hidrata o couro cabeludo e a falta desta vitamina pode causar comichão e caspa. No entanto, valores elevados de Vitamina A também podem causar queda de cabelo.

Alimentos recomendados: alimentos ricos em beta-caroteno como as cenouras, abóbora e batata doce.

Zinco e selénio: estes minerais protegem o couro cabeludo e a falta destes nutrientes pode causar uma maior queda de cabelo (até nas pestanas!).

Alimentos recomendados: cereais integrais, carne de vaca, ostras e ovos.

Doidos por… Cameron Diaz

É assim que todos irão ficar depois de ler as suas dicas de bem-estar físico e mental, que a atriz resolveu partilhar num livro lançado ontem.

cameron_2766836a

No livro, The Body Book: The Law of Hunger, the Science of Strength, and Other Ways to Love Your Amazing Body Oh Yeah! (esta parte já é minha) a atriz partilha a sua fórmula para se tornar mais feliz, mais saudável e mais positiva, num guia que, segundo a sinopse promocional, foi fundamentado na ciência e baseado na sua experiência pessoal.

“Se nós somos o que comemos, eu era um burrito de feijão com queijo e molho extra”, diz cameron Diaz, admintindo que a sua dieta desequilibrada teve um grande impacto na sua pele e corpo. Por isso, a atriz começou a aprender as regras de uma alimentação saudável e a ligação entre a nutrição e a saúde e bem-estar e decidiu partilhá-las com o mundo. É também focada a importância do exercício físico diário como forma de afastar doenças e aumentar a energia.

cameron-diaz-the-body-book-lg

O livro já pode ser encomendado em pré-lançamento e custa cerca de 19€.

Eu mal posso esperar para aprender other ways to love my amazing body e vocês?