Arquivo de etiquetas: exercício

Eu e o TRX

A semana passada experimentei pela primeira vez fazer uma aula de TRX. Para quem não sabe o que é, TRX consiste numa modalidade de ginásio em que temos mas fitas presas do teto da sala e fazemos exercícios musculares com o peso do próprio corpo.

Eu já não fazia treino muscular há muuuito tempo (se é que alguma vez fiz), o meu exercício físico limita-se a umas caminhadas, corridas curtas ou natação, pelo que é tudo muito mais cardio e suave para os músculos.

O que gostei no TRX

  • trabalhar os músculos do corpo todo
  • forma interessante de trabalhar os músculos sem ser com pesos
  • sente-se os efeitos imediatamente

FLEX-TRX-color

Mas nem tudo foram rosas. Quem já fez sabe que nos dias seguintes as dores musculares são intensas mas para isso já estava mentalmente preparada. O que aconteceu foi que o aquecimento foi insuficiente e acho que o professor não teve em conta que era a minha primeira vez a trabalhar os músculos e exigiu de mim o mesmo que aos outros alunos que faziam aquilo há meses.

Conclusão: lesionei-me num braço, fiz uma rotura e fiquei uma semana sem poder mexê-lo direito (e com muitas dores!).

Por isso, aqui ficam os meus conselhos:

1. Quando estiverem a experimentar algo novo tenham calma. Não importa se os outros estiverem a ter uma performance melhor, nos nossos primeiros dias é normal ainda não estar no ritmo!

2. Forçar (e romper-se, como me aconteceu) só irá desmotivar a prática desportiva futura pois o nosso subconsciente (e consciente!!) irá associar desporto com dor/sofrimento.

3. Por mais que confiemos no professor, só nós é que sabemos os nossos limites! Se nos parece que está a doer mais do que devia, é porque provavelmente está! Devemos parar e recuperar!

i-did-my-first-trx-workout-yesterday-and-i-feel-fantastic-said-no-one-ever-holy-shit-f659c

E por aí, já tiveram más experiência num ginásio? Contem-me tudo!

Sigam o Pronta e Vestida:
FACEBOOKPINTEREST INSTAGRAM.

Anúncios

Qual é a melhor hora para fazer desporto?

Se responderam “nenhuma!” então deem cá cinco, que eu sou das vossas! Mas tem de ser não é? Ninguém tem o rabo da Juliana Paes ou o corpo da Gisele Bündchen simplesmente por ficar no sofá a ver séries (era bom, mas não foi assim que Deus criou o mundo… ainda não percebi porquê, mas ok).

Portanto, se temos de o fazer, será que há horas melhores do que outras? A resposta é sim, e também depende de qual o objetivo.

Manhã – Uma das vantagens de se exercitar de manhã é que vamos pôr as turbinas a trabalhar e queimar calorias ao longo de todo o dia pois o metabolismo fica acelerado desde os primeiros momentos. Para potenciar este efeito, o ideal é exercitarmo-nos antes do pequeno-almoço, mas como isso pode ser um pouco perigoso, há que comer sempre qualquer coisa, nem que seja uma peça de fruta ou um iogurte. Além disso, ao fazer exercício, todo o corpo fica mais oxigenado. O coração bombeia mais oxigénio para todo o corpo, logo também para o cérebro, que fica automaticamente mais desperto e funcional. Não é por acaso que se tem grandes ideias enquanto se pratica exercício.

woman_running_during_sunset

Um dos riscos de fazer exercício de manhã é que o corpo ainda não está na sua temperatura máxima e há maior risco de lesões musculares, por isso não abusem. Para quem gosta de fazer exercício ao ar livre mas tem tendência a fazer alergias, a manhã também pode ser perigosa, pois é quando anda mais pó e pólen no ar.

Noite – Praticar exercício depois de jantar é ideal para quem quer tonificar e ganhar músculo. O corpo passou o dia todo a trabalhar e, portanto, a aquecer. Esta é a hora do dia em que a temperatura corporal está no seu máximo e o corpo consegue aguentar muito mais exercício muscular sem acusar cansaço (por exemplo, se for um trabalho de levantamento de peso ou de uso da força, à noite conseguimos levantar muito mais peso do que noutra altura).

Exercise-Burnout_Recognizing-the-Signs

Se tem dificuldades em dormir, exercitar-se à noite também é a melhor opção. Mas cuidado! Não convém exercitarmo-nos meeesmo antes de ir dormir, pois o corpo fica excitado, e sim uma ou duas horas antes. Estudos provam que mesmo quem só faz meia horinha de exercício ou, por exemplo, ioga, dorme muito melhor do que quem não faz nenhum.

Antes de um momento stressante – Se temos uma apresentação, exame, reunião importante ou outra situação stressante, praticar desporto antes pode ser uma grande ajuda. Quer dizer, não convém ser mesmo mesmo antes, correndo o risco de irmos para a dita reunião ainda esbaforidas e suadas, mas meia hora antes do momento stressante, o tempo de tomar um banho e vestirmo-nos. Mas esses minutos de exercício intenso ou moderado antes vão libertar neurotransmissores de bem-estar e diminuir os níveis de stress.

Portanto, não há desculpas. E é importante reter e mentalizarmo-nos que o exercício não deve ser feito apenas para emagrecer ou pr questões estéticas. A prática de exercício faz bem à saúde e essa, sim, devia ser a nossa motivação. (isso e o quão giras ficamos nas coisinhas da Oysho que mostrei ontem ;))