Arquivo de etiquetas: saúde

Como fazer o autoexame da mama

Outubro é o mês internacional de Prevenção de Cancro da Mama. Estima-se que na Europa surjam todos os anos 430 000 novos casos e que uma em cada 10 mulheres venha a desenvolver a doença antes dos 80 anos.

Hoje, 30 de Outubro, comemora-se do Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama. Este é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres (à exceção do cancro da pele) e corresponde à segunda causa de morte por cancro, na mulher. Anualmente, só no nosso país, são detetados cerca de 4500 novos casos de cancro da mama e 1500 mulheres não resistem à doença.

cancro mama outubro auto exame autoxame

No entanto, este tipo de cancro é um dos que têm maior probabilidade de recuperação com sucesso, caso seja detetado numa fase muito inicial. Para isso, é essencial o auto exame da mama!

A melhor altura para realizar o autoexame da mama é aproximadamente uma semana depois da menstruação (no fim do período menstrual). Se não tem uma menstruação regular, deverá realizar, preferencialmente, o autoexame sempre no mesmo dia de cada mês.

Para realizar o autoexame da mama de forma correta devemos colocar-nos de pé em frente a um espelho, com os braços estendidos ao longo do corpo.

  1. Compare as duas mamas, tendo em atenção a forma e o tamanho. Não é invulgar que uma mama seja maior do que a outra. Verifique se as mamas apresentam nódulos ou saliências, observe se houve alguma mudança no tamanho ou aspecto das mamas (como por exemplo a formação de rugas ou pregas, depressões ou descamação da pele). Verifique se os mamilos estão normais (ou, pelo contrário, se estão retraídos ou escondidos). No mamilo, tente detetar a possível presença de nódulos, o aparecimento de algum tipo de secreção ou perda de líquido. Observe as mesmas características mas, agora, com os braços em diferentes posições.
  2. Levante o braço esquerdo. Examine a mama esquerda com a mão direita, pressionando com a ponta dos dedos. Palpe a mama esquerda, de forma minuciosa e calma. Comece pela extremidade exterior, realizando movimentos circulares. Palpe toda a mama. Examine, também, a área próxima da axila, passando pela clavícula, bem como a zona abaixo da mama.
  3. Pressione, suavemente, o mamilo e verifique se existe algum tipo de secreção ou perda de líquido.
  4. Repita os passos 2 e 3 mas, agora, na mama direita.
  5. Repita os passos 2 e 3 nas duas mamas, deitada. Deve deitar-se de costas, com o braço sobre a cabeça e colocando uma almofada (ou uma toalha dobrada) sob o ombro do lado da mama que vai examinar.

E porque uma imagem vale mais do que mil palavras:

Breast_self_exam autoexame mama auto exame

Este exame é mesmo muito importante e TODAS devemos fazê-lo e convencer as nossas amigas, colegas, mães, irmãs a fazê-lo.

Informação retirada do site da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da Roche. Mais informações sobre Factores de Risco e Rastreio de Cancro da Mama no site da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Dia Mundial do Chocolate

Hoje é Dia Mundial do Chocolate e só de procurar a imagem aqui para cima do post, acho que fiquei incapacitada de raciocinar para escrever o post.

E para mostrar que o chocolate não é nosso inimigo (só das nossas ancas…) aqui ficam alguns dos benefícios do chocolate:

1. É bom 🙂 Comer chocolate liberta endorfinas, dando sensação de bem-estar.

2. Há estudos que provam que o consumo do chocolate negro melhora o fluxo arterial e faz bem à saúde cardiovascular pois o cacau inibe uma enzima no organismo responsável por elevar a pressão arterial.

3. O chocolate ajuda a melhorar a concentração. Além de fornecer energia ao cérebro, o chocolate possui teobromina, uma substância que estimula a concentração.

4. O chocolate ajuda a prevenir a combater cancros do intestino e do cólon.

choc

Portanto, caso precisemos de desculpas para o consumir, vamos aproveitar que hoje é o dia dele, para comer todos os chocolates que nos apetecer. Pode ser?

Beauty & Style day – parte III

Tal como prometido aqui, chegou a altura de falar no produto que me foi apresentado no Beauty & Style Day na Óptica Boavista, e que tenho usado desde então: o Nuxellence Jeunesse, da Nuxe.

E o que é o Nuxellence e o que faz?

O Nuxellence é, segundo a formadora Nuxe, um “recarregador” de baterias da nossa pele. As nossas células, diariamente, perdem ou gastam energia e este produto devolve essa energia à nossa pele, restaurando os estragos e tornando a pela mais jovem e luminosa (brilho e luz natural e não brilho de oleosidade) e mais recetiva aos cuidados da pele que se usam a seguir.

A partir de que idade se deve usar Nuxellence?

Este produto é recomendado para peles a partir dos 25/30 anos, idade em que – infelizmente! – a pele se desgasta mais e recupera com menos facilidade. Snif! Também pode, e deve, ser usada por homens.

Deve-se usar de manhã ou à noite?

O ideal seria usar de manhã e à noite, mas a formadora recomendou que se tivermos de optar, usar de manhã, para usufruirmos de todos os benefícios do produto a nível de suavidade e brilho natural.

Deve-se usar Nuxellence antes ou depois do creme hidratante?

A rotina deverá ser: limpeza de pele, (sérum), Nuxellence e a seguir é que se usa o creme hidratante/antirrugas, pois usando o Nuxellence, o efeito do creme usado a seguir fica potenciado.

Agora a minha experiência com o Nuxellence. Usando apenas desde há duas semanas não vou dizer que a minha pele rejuvenesceu 10 anos e que deixei de ter rugas, mas quando uso, sinto que a pele fica bem mais lisa, suave e com melhor aspeto. O produto tem uma consistência leve, nada gordurosa, por isso não causa oleosidade nem brilhos indesejados mas dá um aspeto radioso à pele. Aliás, no próprio dia do workshop foi-nos pedido que experimentássemos o produto numa mão e não na outra e quando cheguei a casa ainda notava a diferença a nível de suavidade entre as duas mãos.

Qual é a melhor hora para fazer desporto?

Se responderam “nenhuma!” então deem cá cinco, que eu sou das vossas! Mas tem de ser não é? Ninguém tem o rabo da Juliana Paes ou o corpo da Gisele Bündchen simplesmente por ficar no sofá a ver séries (era bom, mas não foi assim que Deus criou o mundo… ainda não percebi porquê, mas ok).

Portanto, se temos de o fazer, será que há horas melhores do que outras? A resposta é sim, e também depende de qual o objetivo.

Manhã – Uma das vantagens de se exercitar de manhã é que vamos pôr as turbinas a trabalhar e queimar calorias ao longo de todo o dia pois o metabolismo fica acelerado desde os primeiros momentos. Para potenciar este efeito, o ideal é exercitarmo-nos antes do pequeno-almoço, mas como isso pode ser um pouco perigoso, há que comer sempre qualquer coisa, nem que seja uma peça de fruta ou um iogurte. Além disso, ao fazer exercício, todo o corpo fica mais oxigenado. O coração bombeia mais oxigénio para todo o corpo, logo também para o cérebro, que fica automaticamente mais desperto e funcional. Não é por acaso que se tem grandes ideias enquanto se pratica exercício.

woman_running_during_sunset

Um dos riscos de fazer exercício de manhã é que o corpo ainda não está na sua temperatura máxima e há maior risco de lesões musculares, por isso não abusem. Para quem gosta de fazer exercício ao ar livre mas tem tendência a fazer alergias, a manhã também pode ser perigosa, pois é quando anda mais pó e pólen no ar.

Noite – Praticar exercício depois de jantar é ideal para quem quer tonificar e ganhar músculo. O corpo passou o dia todo a trabalhar e, portanto, a aquecer. Esta é a hora do dia em que a temperatura corporal está no seu máximo e o corpo consegue aguentar muito mais exercício muscular sem acusar cansaço (por exemplo, se for um trabalho de levantamento de peso ou de uso da força, à noite conseguimos levantar muito mais peso do que noutra altura).

Exercise-Burnout_Recognizing-the-Signs

Se tem dificuldades em dormir, exercitar-se à noite também é a melhor opção. Mas cuidado! Não convém exercitarmo-nos meeesmo antes de ir dormir, pois o corpo fica excitado, e sim uma ou duas horas antes. Estudos provam que mesmo quem só faz meia horinha de exercício ou, por exemplo, ioga, dorme muito melhor do que quem não faz nenhum.

Antes de um momento stressante – Se temos uma apresentação, exame, reunião importante ou outra situação stressante, praticar desporto antes pode ser uma grande ajuda. Quer dizer, não convém ser mesmo mesmo antes, correndo o risco de irmos para a dita reunião ainda esbaforidas e suadas, mas meia hora antes do momento stressante, o tempo de tomar um banho e vestirmo-nos. Mas esses minutos de exercício intenso ou moderado antes vão libertar neurotransmissores de bem-estar e diminuir os níveis de stress.

Portanto, não há desculpas. E é importante reter e mentalizarmo-nos que o exercício não deve ser feito apenas para emagrecer ou pr questões estéticas. A prática de exercício faz bem à saúde e essa, sim, devia ser a nossa motivação. (isso e o quão giras ficamos nas coisinhas da Oysho que mostrei ontem ;))

Desintoxição alimentar pós época festiva

Pois é, agora que a época de festas acabou, os doces já saíram do frigorífico, o dia mais pequeno do ano já lá vai e caminhamos a passos largos para o verão (ou, pelo menos, eu gosto de pensar assim), está na altura de limpar o nosso organismo de tudo aquilo (quilos, volume, inchaço…) que ganhamos nestas últimas semanas.

Para quem não gosta de fazer dieta a sério – e, a fazer, recomendo sempre que seja seguida por um especialista – há uma maneira fácil e deliciosa de cuidar da nossa alimentação e eliminar alguns dos excessos destes últimos dias: sumos.

Há alguns frutos e vegetais que fazem maravilhas pelo nosso corpo.

Banana, coco e espinafres: são grandes fontes de potássio, que ajuda a libertar o sódio acumulado nas células e daí a sensação de inchaço e retenção de líquidos (se for para usar em sumos, talvez a banana e o coco sejam mais saborosos que os espinafres, que recomendo usarem mais na sopa).

Mirtilo vermelho: um dos melhores diuréticos naturais. Como pode ser um pouco amargo, pode-se juntar uma colherzinha de mel ao sumo.

Ananás: é um anti-inflamatório natural (e esta, hein?) e ajuda a libertar os líquidos retidos (principalmente quando ingerimos mais quantidade de sal do que o habitual).

Pepino: tal como o ananás, tem propriedades anti-inflamatórias e previne a retenção de líquidos.

Kiwi: ajuda a libertar as toxinas dos intestinos.

Citrinos (laranja, limão, lima): ajudam a desintoxicar o fígado e transformam toxinas em material digestivo.

Cerejas: ricas em vitaminas, ajudam à digestão e reduzem a sensação de inchaço, também libertando o corpo de toxinas.

fresh-fruit-juice-600x375

Para ajudar à eficácia destes sumos, ajuda sempre beber mais água do que o habitual pois, além de dar sensação de saciedade, ajuda a eliminar as toxinas no organismo mais facilmente e comer pouco sal, de forma a evitar a retenção de líquidos.

Bom ano!