Arquivo de etiquetas: Shiseido

Wishlist

Estou apaixonada por estas paletes de sombras da Shiseido Luminizing Eye Color Trio. Como já disse em ocasiões anteriores (por exemplo aqui e aqui) a zona do rosto que mais gosto de destacar e maquilar são os olhos. Gosto de pintar os olhos, é raro o dia em que não uso qualquer sombra ou lápis e adoro experimentar novas cores, marcas, texturas.

Quando vi estas paletes da Shiseido foi amor à primeira vista. Três cores por caixinha, cores maravilhosas, acho que nem consigo escolher uma combinação de cores, se pudesse comprava todas. Ainda por cima são criadas com ingredientes hidratantes para evitar que a pálpebra fique seca.

Cada palete custa 40€ e estão à venda na Perfumes & Companhia.

E vocês, qual escolheriam?

Anúncios

Emma Stone @ Met Gala – Get the look

Tal como referi ontem, gostei bastante do look da Emma Stone na Met Gala deste ano. Aqui ficam algumas sugestões para conseguir este look.

L’Oreal Wild Stylers Next Day Hair | Dior Skin Nude Tan | Estée Lauder Pure Color Five Color Eyeshadow Palette | D’enfer Máscara Waterproof Guerlain | Lancôme Blush Subtil | Shiseido Lacquer Gloss

Beauty Tip – Dicas de maquilhagem Shiseido

Na apresentação da nova coleção na Me Allegro, como vos disse, tive a oportunidade de conversar um bocadinho com um maquilhador oficial da Shiseido. Conversa para aqui, conversa para ali, foi-me dando algumas dicas de maquilhagem, algumas que toda a gente sabe (mas nunca é demais frisar) e outras que tenho vindo a pôr em prática desde então.

1. A base deve ser sempre da cor da nossa pele. Isto é daquelas coisas que ouvimos vezes sem conta mas que raramente fazemos, pois queremos sempre dar aquele arzinho mais moreno. Ora, isto é um erro. Usando a base igual à nossa cor de pele podemos usá-la apenas até ao queixo e não precisamos de usar base ou pó no pescoço. Ao usarmos uma base mais escura do que a nossa pele, depois temos também de aplicá-la no pescoço, o que é desnecessário e por vezes acabamos por sujar a roupa (a quem nunca aconteceu?). O ar mais moreno ou saudável podemos conseguir usando um pó bronzeador depois da base, apenas nas maçãs do rosto, testa e queixo.

2. Para dar volume aos lábios, deve-se usar sempre um lápis de lábios da mesma cor do batom que se vai usar. Desta forma os lábios ficam mais delineados e ganham forma. Depois de aplicar o lápis e o batom, como já tinha referido aqui, para dar volume aos lábios, deve-se usar um gloss, pois o brilho dá aquele aspeto volumoso e “suculento” aos lábios.

3. Ao contrário do que o que eu fazia, o blush deve ser aplicado no sentido do cabelo para o nariz (centro do rosto). Eu sempre apliquei na outra direção (de dentro para fora) mas o maquilhador explicou-me que a área onde aplicamos o blush primeiro é onde a cor vai ficar mais viva e ao ao longo do dia o resto do blush tem tendência a desaparecer e acabamos por ficar com uma “rodela” de blush super marcado entre o nariz e as maçãs do rosto.

4. A direção em que aplicamos o blush no geral, também influencia a perceção do rosto, tal como quando usamos iluminador. O blush, sendo mais escuro que a nossa pele, “esconde” a área em que é aplicado, enquanto as áreas mais iluminadas sobressaem. Assim, quem tiver o rosto comprido e fino deve usar o blush na horizontal e o iluminador por baixo (mais na bochecha) para tornar a cara mais “cheia”, e as pessoas que têm o rosto mais redondo ou quadrado, devem usar o blush na vertical (ou diagonal) para alongarem o rosto.

Espero que estas dicas vos deem jeito!

Nova coleção @ Me Allegro

Sábado passado tive a oportunidade de ir conhecer as novas coleções da Me Allegro, a conhecida loja de marcas de luxo na Rua de Cedodeita, no Porto.

A loja é grande e linda, com vários pisos e recantos cheios de peças de perder a cabeça de marcas como Escada, DKNY, Trussardi, Boss, Guess by Marciano, etc. Eu, que ando à procura de um vestido para um casamento, fiquei de olho em alguns que vi por lá.

As cores que sobressaem mais nas novas coleções, além dos padrões mais coloridos como Guess ou Trussardi, são os rosas e o azul forte (uma das minhas cores preferidas, senão mesmo a preferida).

Lá, tive também oportunidade de falar com um maquilhador da Shiseido (que me ensinou alguns truques de maquilhagem) e de experimentar o novo lançamento da La Prairie, mas sobre isso contarei tudinho mais tarde.

Lacquer gloss e Lacquer rouge

Se eu tivesse de descrever a minha relação com o batom usando um status do Facebook, certamente seria “it’s complicated“. Desde pequena que me habituei a ver a minha mãe a usar baton diariamente, normalmente de cores escuras (castanho, bordeau, etc.) e para mim o uso do batom sempre foi uma coisa normal. Mas quando chegou a hora de me começar a maquilhar, sempre deixei essa área de parte, focando-me nos olhos. E tem vindo a ser assim desde então, numas fases uso, noutras fases nada. E quando uso é quase sempre tons mais claros e naturais. A verdade é que gosto mais de pintar os olhos e com os olhos mais carregados, não gosto tanto de ver uma cor tão forte na boca.

Recentemente descobri o Lacquer Gloss da Shiseido e fiquei fã. Uso a cor mais clarinha (B102, a segunda na imagem abaixo) mas a vantagem deste gloss é que consegue dar uma cor mas de forma translúcida, dando um grande brilho aos lábios (para quem tem lábios mais finos o brilho ajuda imenso a dar-lhes mais volume).

Com esta cor clarinha consigo realçar os olhos sem desleixar os lábios e sem parecer demasiado maquilhada, mas para quem gosta mais de realçar a boca, também há o Lacquer Rouge, que tem o mesmo efeito (brilho) mas com a cor ainda mais viva e sem o aspeto translúcido do gloss.

Estes produtos têm ainda a vantagem de ter um aplicador maleável, que permite aplicar o batom de maneira ainda mais fácil, e como são cremosos e brilhantes, disfarçam os lábios mais secos e as “riscas” verticais quando os lábios estão mais secos.